quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Programas Sociais

Uma coisa que realmente tenho observado durante vários anos é o quão o voto de cabresto tem se tornado cada vez mais eficaz e sútil através dos programas sociais, que mais poderiam ser chamados de programas paternalistas, onde o governo aliena a preferência popular aos programas sócias que “visam” auxiliar a população, não estranhem o uso das aspas nos termo VISAM, pois o mesmo é fruto do sarcasmo presente, e quando uso também o termo alienar isso se dá ao fato de que o público alvo, vamos por assim dizer é a grande massa de alienados políticos existentes em nosso país, pois se paramos para analisar a situação os maiores beneficiários destes planos assistencialistas do atual governo(que também remanescem do anterior governo, entretanto com aumento devidamente expressivo) se vêm em um estado de acomodação, onde acredito que a real medida eficaz para diminuição da pobreza em nosso país seria investir em educação de qualidade, e geração de empregos principalmente no setor de indústrias de manufatura e bens de consumo, hoje vivemos em uma sociedade extremamente consumista, e podemos utilizar isso ao nosso favor para movimentar e economia e gerar empregos, que em parceria com uma educação de qualidade vai proporcionar um nivelamento gradativo da população.
Não sou contra tais programas ou quero extingui-los, apenas acho que os mesmos deveriam ser provisórios em um governo que visa uma solução eficaz, entretanto não é essa a perspectiva que enxergo.
Entretanto nos vemos defronte com um novo problema onde nossa população é extremamente imediatista e assim sendo almeja resultados a curto prazo, coisa que não ocorreria com a proposta citada acima que requer um certo tempo, porém resultados muito eficazes.
E assim sendo estamos diante dessa problemática, onde percebemos que o governo opta pela solução mais atrativa visualmente falando e é claro mais fácil de ser implementada.

Jefferson Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário