segunda-feira, 27 de outubro de 2014

A eleição histórica

     Depois de acompanhar essa eleição, eu me deparo hoje um país dividido e com um ódio, igual ao mostrado pelo Lula. Que entrará para história de uma forma ruim e triste.
     O Brasil presenciou a mais sórdida campanha eleitoral, onde se viu de tudo: mentiras, terrorismo eleitoral, desconstrução dos adversários.
     O ex-presidente Lula atuou de forma agressiva e lamentável ao mesmo tempo, fazendo agressões ao candidato, promovendo a divisão do povo com “nós” contra “eles”, entre outras de mesmo teor.
     Tivemos uma grande participação das pessoas através das mídias sociais, mostrando que o povo está se interessando por política e querendo se “preparar” melhor. Mas o lado ruim, foi que a mesma agressão usada nos comícios pelo Lula foi enfatizada pelos militantes petistas. Dificultando um debate honesto e com respeito às divergências.
     Infelizmente tudo isso se mostrou muito efetivo (o que é muito triste), a Dilma Rousseff foi reeleita democraticamente, porém, foi eleita pela minoria que são 38% do eleitorado brasileiro.
     Com isso, ela terá que governar além dos que votaram nela, a maioria que está muito descontente e “cansado” desse governo. Devido a isso, eu fico com muitas dúvidas sobre quais serão as consequências dessa campanha no futuro, sabendo apenas que não será nada fácil para a Dilma governar com as estatísticas negativas e com um país dividido (pelo próprio PT), uma oposição mais forte que no seu primeiro mandato, além de conviver com a “sombra” do Impeachment.
     Concluo disso tudo, que o partido dos trabalhadores se mostrou capaz de tudo para se perpetuar no poder, mostrando que o povo ainda é refém do terrorismo feito nos programas assistenciais aos menos informados, a aceitação da corrupção por uma boa parte da população, a forma como o PT toma como dono do Brasil e de medidas que o fazem crescer e melhorar (sendo isso uma obrigação).
     Estou sinceramente torcendo pelo fim do ódio, pela união do povo e pela melhora da economia. Mas não será com uma simples fala de UNIÃO e que está disposta a conversar com todos, pois a sua campanha deixará muitas marcas. E eu continuarei a fazer oposição a esse governo e disposto a um debate com respeito as divergências!


Silvio Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário