domingo, 26 de outubro de 2014

Atentado à Democracia?

  

     Desde sexta-feira o país presenciou um dos maiores ataques à uma revista, colocando em pauta muita coisa; Será que é impróprio a publicação de fatos que comprometam um candidato ou outro? Será que a revista 'Veja' tem algum interesse que um candidato ganhe? Se sim, qual o problema nisso?

Muitas perguntas surgem no ar, com os fatos relevados pela revista 'Veja', mas antes de sair julgando se é correto ou não, devemos nos basear na lei em vigor. Que graças a Deus, nos dar o direito de livre expressão pelo Artigo 5° da Constituição Federal, que diz:

    IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

     IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
     Devido à isso não podemos julgar a revista 'Veja' de ter "agido" de má fé, pois é a obrigação do jornalista publicar o que sabe.
     Agora vamos ao fato. O doleiro Alberto Youssef disse em depoimento a MP e PF que Lula e Dilma sabiam de tudo, vamos analisar os dados que temos até agora para saber a veracidade da publicação de 'Veja'.
     Na quinta-feira o PT já entrou com processo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) tentando impedir a veiculação da revista, porém foi negado.
      Segundo MP e PF, os depoimentos de Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa estão coerentes e, apresentam informações importantes para investigação. Lembrando também que eles estão na delação premiada, não podendo mentir ou atrapalhar as investigações. Com isso tudo indica, porém só o tempo irá mostrar, que a publicação de 'Veja' está mostrando a verdade. Espero que não seja tarde demais.
     Depois dessa publicação começou um grande trabalho para desqualificar a revista. Uma das formas utilizadas foram a publicação de uma entrevista com o advogado do doleiro Antonio Augusto Figueiredo Basto, distorcendo suas palavras, uma vez que ele não negou a veracidade dos fatos, dizendo apenas que não achou correto a vazamento, não se posicionando sobre um depoimento sigiloso, pois ele nem ninguém que participa das investigações podem dizer nada sobre a mesma.
     No horário político a Dilma ameaça a revista 'Veja', dizendo que vai processá-la. Porém não vai, pois não tem argumentos para isso, porém suas declarações em rede nacional incitou o ato contra a democracia, que foi a depredação e pichação da sede da Editora Abril.
     Mostrando como o Brasil está dividido depois dessa campanha do medo. Colocando em pauta o que as pessoas entendem como liberdade de expressão e, até onde um Partido é capaz de ir para conseguir uma eleição
     Hoje iremos decidir entre dois Brasil, o que apoia ou no mínimo aceita a liberdade de imprensa. Ou o Brasil que censura uma revista, por meio judicial e concede direito de resposta ao PT.
     Pensem bem eleitores, analisem os fatos, vejam as coisas com imparcialidade. E, por fim, tomem a sua decisão de forma correta e racional!

Boa votação à todos!


Silvio Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário