segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Ressaca eleitoral

    É, estou de ressaca eleitoral! Não porque tivesse muita esperança da vitória da oposição já que tinha ciência do quanto o populismo é um mal entranhado neste país desde Getúlio Vargas.
    Não vou citar temores que poderiam ser tomados como 'sensacionalismo' ou 'teoria da conspiração' como a proximidade do PT com o modelo fracassado da Venezuela e Bolívia, as contribuições financeiras ao governo cubano dadas através da mesada do 'Mais Médicos' ou de empréstimos secretos praticamente a fundo perdido, o cenário de corrupção crônica ou a medidas no mínimo polêmicas como o 'controle social da mídia' (e o seu relacionamento com o vandalismo ao prédio da Editora Abril).
   Prefiro citar o que já vivemos: um crescimento econômico pífio, inflação acima do teto da meta (e somente ainda menos acima devido ao controle artificial de preços) e superávit primário de praticamente zero (e ainda assim obtido com 'contabilidade criativa'). Para qualquer leigo é óbvio que esta receita é uma bomba relógio: com uma população cada vez mais velha, com a ineficiência do gasto do Estado e com um número crescente de dependentes dos programas de assistência do Estado e sem crescimento econômico que garanta o aumento da arrecadação, estamos a caminho de uma insolvência conforme a experiência grega ou espanhola nos deixam claro.
    Cada vez que volto do exterior a disparidade de nossas condições e dadas as condições pouco favoráveis chanceladas pela maioria dos brasileiros, pouco resta a quem espera condições melhores de vida do que sonhar com morar no exterior, o que se reflete na quantidade de nossos talentos exilados: Carlos Saldanha, que dirige os desenhos animados da Blue Sky, Miguel Nicolelis neurocientista com projeto de exoesqueleto humano na universidade Duke, Artur Avila o primeiro brasileiro a receber a prestigiada Medalha Fields, considerada o prêmio Nobel da matemática que trabalha no Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), na França dentre muitos outros.
    Espero em breve poder ser o próximo!

Evandro Veloso Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário