sábado, 25 de julho de 2015

As bitucas...

Ontem estava chegando ao trabalho e me chamou a atenção um homem que varia a rua reclamando de ter de ter de varrer tanta bituca (logo ele que não fuma).
Nesta hora eu pensei que eu seria feliz se a única coisa que o brasileiro deixasse para o outro fazer fosse apenas a sua sujeira que ele mesmo produz. Mas no país aonde ser malandro já faz parte da própria cultura e que quase todo mundo é coitado por alguma razão (ser negro, ter estudado em escola pública, ser filho de pais pobres,...) restam poucos que não se conformando de ter de viver na imundice produzida pelos outros pegam a vassoura e se põem à varrer.
Eu odeio sujeira mas não estou disposto a varrer a sujeira alheia e vocês??

Nenhum comentário:

Postar um comentário