domingo, 26 de julho de 2015

Resposta ao artigo do Kaskão para o UOL de 23/07/2015 - Maioridade Penal

Foi impossível não me chocar com o relato de seu passado criminoso sem qualquer arrependimento como se assaltar à mão armada fosse apenas uma travessura juvenil de um jovem de periferia.
E a idéia de que o jovem comete crimes porque não lhe ensinaram que roubar é crime previsto no código penal? Será que preciso mesmo mostrar o quanto isso não faz o menor sentido? Ou no lugar de empatia pelo próximo precisamos ensinar nossos jovens a  'como escapar com um assassinato'?
Nem precisaria falar muito para demonstrar o quanto acho pueril argumentos como falta de oportunidade quando temos boas ofertas de cursos técnicos gratuitos, FIES, Universidade para Todos ou simplesmente faculdades noturnas para quem no lugar de ficar reclamando da vida retira a bunda do sofá e vai trabalhar e estudar para construir seu futuro.
Fico feliz que tenha conseguido realizar seus sonhos, Kaskão, mas se julgarmos legítimo que todo jovem que não fez fama e fortuna como rapper resolva assaltar é melhor cada cidadão trabalhador comprar a sua AK-47. Vai ser a única maneira de chegar vivo em casa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário