quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Jornalismo Tendencioso Parte II - VEJA

Na semana passada eu escrevi aqui no blog um post sobre jornalismo tendencioso, e volto a escrever outro, este porém com outro foco, pois neste eu cito a revista VEJA, da mesma forma em que diversas vezes eu já usei a referida revista como referencia, leio os blogs e colunas de alguns de seus membros e acompanho também a TVeja e compro a revista sempre que julgo interessante o conteúdo da mesma, ou seja eu sou um consumidor dos textos e matérias da revista, o que ocorre é que ultimamente eu percebo que a VEJA se faz muito incisiva sobre o impeachment e também parece meio que tentar defender o Eduardo Cunha usando como argumentos os bons feitos dele a frente da câmara, para tanto vamos lá; primeiro que não sou petista que adora bater na VEJA sem motivos, mas sejamos sensatos suficientemente para entender e enxergar que por mais que o Eduardo Cunha tenha botado em votação projetos importantes, ele usou a câmara como massa de manobra de seus interesses políticos, e uma vez que tenha a existência de suas contas na Suíça ele deve sim ser cassado, agora tentar como se diz por panos quentes na situação só porque talvez ele seja o articulador mais habilidoso pra viabilizar o impeachment e também ficar colocando tal impeachment como centro de seu jornalismo eu já acho um pouco demais.
Particularmente eu já achei uma puta bola fora a reportagem da VEJA sobre o Romário (e uma revista deste porte ter de se retratar por não apurar um fato antes de publica-lo), sempre achei a revista um pouco fraca em assuntos que não são política e depois desses fatos começo a me desinteressar um pouco pela revista e buscar outras fontes de informação que saibam fazer um jornalismo mais informativo e imparcial, acredito que faça parte do jornalismo sim expor sua opinião agora antepor isso aos fatos já acho um pouco demais.

sábado, 17 de outubro de 2015

A falta de argumentos Petistas

Pois bem queria começar este post falando sobre o declaração da nossa presidente Dilma Rousseff na reunião da ONU sobre estocar vento, declaração essa que virou inúmeros memes e afins, porém o que me chamou atenção na verdade foi outro ponto, um poste de uma página no Facebook, a página se chama não te contaram e na mesma eles explicam: estocar vento é algo possivel e que o mesmo já vem sendo feito na Inglaterra, vejam o post:

Leia o texto aqui

Ocorre que primeiramente o artigo falar em usar a camada mais porosa do solo, o arenito, e ocorre que este ar seria comprimido de modo a ser armazenado entre os poros da camada, como eu disse o artigo é mais detalhado, agora seguem algumas observações pessoais:é sabido que a areia é a parte definida como macro porosa do solo com partículas entre 2mm e 0,05mm, sendo assim a parte que mais retém ar devido essa porosidade, e acredito que com o auxilio do arenito que é uma rocha sedimentar tal feito poderia ser feito, mas parece que estamos falando de comprimir o ar, algo parecido com o que é feito na indústria para funcionamento de alguns dispositivos e máquinas, entendam que comprimir o ar é diferente de estocar vento, seria algo para ser estudado mais a fundo pois parece só um meio petista de justificar o injustificado, e eu falo o injustificado por uma razão muito simples, primeiro que a forma como as imagens são dispostas e o termo coxinha empregado em tom pejorativo denotam isso muito bem, caso isso não seja suficiente vamos aos fatos lógicos: Que o estudo existe isso é um fato e talvez até já esteja sendo empregado agora se a presidente tivesse conhecimento e usasse o mesmo como referencia para seu comentário tudo bem, agora é notório que o comentário não foi embasado por nenhum conhecimento técnico e esse é o grande problema e até a piada da história, pior mesmo que isso é petista buscando artigo técnico pra defender as asneiras de nossa presidente, fica difícil levar os petistas a sério dessa maneira.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Recomendação - GVcast #005 Otário Anonymous, Ooooh que Legal

Gente, eu gostaria de compartilhar com vocês um podcast do canal Geração de Valor do Flávio Augusto, este podcast foi feito com o Otário Anonymous do canal do otário no youtube, achei um dos melhores podcasts do GV e por isso eu gostaria de compartilhar com vocês, é um pouco longo mas vale a pena, muito bom mesmo...


Menos mi mi mi e mais coerência

Bem como eu disse em posts anteriores ultimamente tem se sim discutido política entretanto não sei se isso tem sido feito com coerência, se de fato o brasileiro entende a crise, suas causas e consequências ou apenas esta triste por vê seus benefícios sociais cortados, veja bem que a foto que vou postar aqui abaixo é de um comentário no Facebook que achei meio que fora de propósito, vejamos o mesmo e na sequencia tecerei meus comentários:

Acho que a primeira observação que vou fazer apesar mesmo que quem acompanha o blog já sabe é que não sou petista, nem de esquerda e menos ainda defendo o governo (só pra enfatizar mesmo) e espero ainda que não me chamem de radical por conta deste post, mas é difícil acreditar que uma pessoa prefira exclui a outro só por ter uma opinião contraria a sua, onde está a alteridade? Isso é tão similar a lógica petista que até me assusta alguém que aparentemente consiga enxergar as lambanças do PT pensar de forma tão radical, acredito que o debate coerente seja sempre bem vindo, com argumentos sólidos e inteligentes, pois só assim teremos o amadurecimento político que se faz agora mais do que nunca tão importante a nação, então como se diz na internet, menos mi mi mi e mais razão por favor.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Religião: Direita

Desisti de discutir política no Facebook. Nos grupos de direita é exigido todo um estereótipo do qual estou distante e do qual qualquer distância te transforma imediatamente em um esquerdista aluno de humanas na USP que só vai na universidade para fumar maconha. São exigidos dentre outros: ser católico (a única concessão que eles aceitam é ser evangélico), achar que o golpe de 64 foi para salvar a democracia (21 anos de ditadura para salvar a democracia faz tanto sentido quanto estuprar para salvar a castidade) e o capitalismo (como se eventos como a coluna Prestes não tivessem deixado claro o quão os grupos de esquerda da época eram pífios e desorganizados), ser heterossexual e, sobretudo, ter o Olavo de Carvalho como um profeta moderno (vai mostrar que ele errou feio em algo para vez a avalanche de xingamentos e tentativas de 'interpretar' o que ele disse).
Alguém pode alegar que ao menos agora a política deixou de ser um assunto negligenciado e está sendo discutida. O problema é que ela NÃO está sendo discutida! Essa galera simplesmente está seguindo piamente os gurus como já está acostumada a fazer com o papa ou a bíblia. Qualquer tentativa de discussão é tomada como uma 'heresia' moderna.
Eu sou contra o PT e o seu governo irresponsável de 12 anos, mas tentar convencer o povo que a esquerda apoia demandas como pedofilia e o fim da 'sociedade judaico-cristã' é simplesmente ridículo. Primeiro, porque felizmente somos um Estado laico (ao menos na lei) desde a primeira constituição republicana, segundo porque nestes 12 anos o governo em NENHUM momento tentou aprovar qualquer projeto de lei que restrinja a atuação das igrejas e nem que legalize a pedofilia. Aliás, nenhuma destas demandas está nos estatutos do PT! Queremos convencer parte da população que apoia o PT com base em dados reais ou queremos ser ridicularizados pela esquerda por sairmos propagando dados sem qualquer fundamento?
Se as únicas alternativas possíveis forem o PT ou o olavismo talvez a única saída seja mesmo o aeroporto!

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Jornalismo informativo ou tendencioso?

Tenho medo do que vem se tornando o jornalismo brasileiro, quando eu era mais novo aprendi a admirar alguns repórteres pelo seu excelente trabalho dentre eles Jô Soares (que já comentei a respeito em posts anteriores) e o Ricardo Boechat, entretanto acho que essa profissão tem um seriedade e também um risco muito grande pois ao distorcer os fatos você tende a enganar e manipular a informação, pois então vamos lá, gostaria que assistissem o vídeo abaixo e na sequencia esmiuçarei o mesmo.

Primeiro o cara citar situações tão ruins quanto ou até piores que a atual crise, entendam que eu não quero colocar na balança pra medir a pior crise que o Brasil enfrentou, queremos que se entenda o porque desta crise e quem foram seus culpados e se for elucidado que a mesma tem como causa a incompetência do governo, através de gastos desmedidos, corrupção em suas estatais e até as pedaladas fiscais, sim o governo tem condições de ser sofrer o processo de impeachment, agora vale ressaltar que o mesmo é um processo político e assim sendo  é passível de votação na câmara e no senado o que ai já esta ligado a alianças políticas, entretanto vamos adiante... Falar que "Tucanaram" o impeachment é um neologismo ridículo pois sabemos que existem inúmeros movimentos apartidários e a própria vontade da população por isso, não que eu ache que só a vontade da população seja suficiente, uma vez que eleita precisa-se de um fato concreto para a retirada da presidente do poder, agora alienar isso só e somente ao PSDB isso sim eu julgo como golpe afim de demonizar o partido que faz com extrema timidez a oposição que o PT fez ferrenhamente antes de sua chegada ao poder; falar que o país está mais paralisado por uma crise política do que econômica? que isso Boechat?! sejamos racionais o dólar estourando a casa dos R$4,00 reais, inflação superando o teto da meta, crescimento negativo, retirada de renda da caderneta de poupança, aumento do desemprego e você vem falar que a crise política é maior que a econômica? É justamente o contrario, a crise política se dá por consequência  de todo esse desgoverno e suas ações errôneas ao longo de anos que desencadearam no que vemos agora; ignorar o Eduardo Cunha e o Renan? Como assim, entendam que eles são representantes eleitos pelo povo tanto quanto a presidente Dilma, e da mesma forma são passiveis de sanções caso não cumpram seus papeis mas ignorar é deixar o pais na filosofia do deixa a vida me levar e é notório que os rumos do pais não são um samba do Zeca Pagodinho; e mais uma dúvida porque é licito pedir a renuncia dos presidentes da câmara e do senado mas é ilegítimo pedir a renuncia da presidente, não seria isso um peso e duas medidas? Sinto falta de quando se tinha mais coerência no jornalismo, entretanto em época de inúmeros haters na internet gostaria de deixar claro que minha critica se dá a postura do jornalista Boechat neste vídeo, mas que acho sim que ele foi muito acertivo em alguns outros, como o que se segue abaixo:

Mas o que ocorre é que coerência deve ser uma retilineidade e não algo casual que se faz presente em momentos oportunos. Bom Dia!!!

domingo, 4 de outubro de 2015

Internet - Um espelho da ignorância política

Bem... como devem ter percebido já faz um tempo que eu não posto nada aqui no blog, isso se deu pela rotina assoberbada da faculdade, mas tem certas coisas que não podem ser deixadas de lado, sendo assim vamos lá, me preocupa muito a crise econômica e política que vivenciamos muito sim pela incompetência de nossos governantes, entretanto mais ainda pela falta de informação de nossa população que ainda não acordou pro problema, não sabe sua causa e nem as consequências que isso nos trará, recentemente vi no Facebook algumas publicações que gostaria de compartilhar com vocês e comenta-las para que possam entender exatamente do que estou me referindo.

A primeira é esta publicação do cantor e vocalista da banda Skank, Samuel Rosa, onde ele fala que não acredita que a corrupção tenha começado de 15 anos pra cá e que recentemente nunca se falou tanto no assunto e nem se condenou tanta gente, Como assim cara pálida? ninguém falou que a corrupção é uma criação petista e que a legenda mereça a patente para tal criação, o que tem se dito ou melhor, provado pelas tantas denuncias e condenações que você mesmo citou é que o PT utilizou disto como modus operandi de governo e falar que tais condenações são um ganho, alegando assim que a impunidade diminuiu é um engodo a inteligência brasileira pois é justamente o contrário, pois isso só mostra que a sensação de impunidade era tão grande no meio político que os roubos e esquemas de corrupção e superfaturamento foram feitos de forma tão exacerbada que quando descobertos geraram os escândalos que conhecemos bem, tais como CPI dos correios, mensalão, petrolão, BNDES e etc; sigamos... Falar em ganhos, claro que tivemos, ninguém nunca falou que o governo petista é composto apenas de erros, o que ocorre é que estes são superiores aos acertos e tais erros ocasionaram na pior crise depois da redemocratização do pais, mas vamos ao próximo post:

Quando leio coisas assim vejo o porque do nascimento do mensalão e fica difícil de acreditar que tais pessoas pensem assim, ainda mais petistas que sempre defenderam a heterogeneidade parlamentar(antes da chegada ao governo claro!) e só para que fiquem claro o PSDB não detém maioridade parlamentar como podem ver em lista abaixo com o número de parlamentares por partido:

PT - 70 deputados
PMDB - 66 deputados
PSDB - 54 deputados
PSD - 37 deputados
PP -  36 deputados
PR - 34 deputados
PSB - 34 deputados
PTB - 25 deputados
DEM - 22 deputados
PRB - 21 deputados
PDT - 19 deputados
SD - 15 deputados
PSC - 12 deputados
PROS - 11 deputados
PC do B - 10 deputados
PPS - 10 deputados
PV - 8 deputados
PHS - 5 deputados
PSOL - 5 deputados
PTN - 4 deputados
PMN - 3 deputados
PRP - 3 deputados
PEN - 2 deputados
PSDC - 2 deputados
PTC - 2 deputados
PRTB - 1 deputados
PSL - 1 deputados
PT do B - 1 deputados

Fonte: G1

Entenda que querer alienar e centrar o poder a uma única legenda é querer oprimir uma parte da representatividade popular que pensa diferente do governo e deseja fazer oposição, ainda digo mais se for assim seria mais prático conceder plenos poderes ao presidente e implodir a câmara uma vez que se deseja centrar tudo nas mãos de um único partido.
Agora vamos ao terceiro e ultimo post e o que mais me preocupa quanto a visão da população, mesmo que esta seja minoria, pois isso retrata que mesmo depois de tantos intemperes a população ainda não tem maturidade política para julgar os fatos que ocorrem em seu próprio país:
Primeiramente sobre ao sarcasmo de péssimo gosto ao juiz Sergio Moro gostaria de lembrar que este só cumpre a lei sendo que a punição estabelecida é devido as transgressões executadas, seria o mesmo que culpar o mensageiro pela má noticia, ou seja brigar com o carteiro por trazer um telegrama informando sobre a morte de um amigo ou ente querido, divago...
Quanto a falar no dia que o referido Juiz ou a globo pedir a prisão de fulano ou beltrano, caramba quanto ignorância, pois a emissora não tem qualquer poder para tal pedido e nem tampouco interesse, sejamos mais racionais e paramos de criticar que discorda de nossas convicções, e para tentar pelo menos entender a lógica deste petista quer dizer que você só considera o "Zé" corrupto caso outros que você também julga corruptos sofrerem a mesma punição, sem mais é a velha mania petista de nivelar por baixo e tentar justificar o injustificado, acredito sim que todos os corruptos devam ser condenados, mas enquanto isso não ocorrer tal argumentativa não pode ser usada como habeas corpus para corruptos já comprovados, será querer demais desejar um pouco de sensatez e coerência para nossa população? Espero que isso não seja uma utopia minha apenas...
Bom domingo a todos!