terça-feira, 13 de outubro de 2015

Religião: Direita

Desisti de discutir política no Facebook. Nos grupos de direita é exigido todo um estereótipo do qual estou distante e do qual qualquer distância te transforma imediatamente em um esquerdista aluno de humanas na USP que só vai na universidade para fumar maconha. São exigidos dentre outros: ser católico (a única concessão que eles aceitam é ser evangélico), achar que o golpe de 64 foi para salvar a democracia (21 anos de ditadura para salvar a democracia faz tanto sentido quanto estuprar para salvar a castidade) e o capitalismo (como se eventos como a coluna Prestes não tivessem deixado claro o quão os grupos de esquerda da época eram pífios e desorganizados), ser heterossexual e, sobretudo, ter o Olavo de Carvalho como um profeta moderno (vai mostrar que ele errou feio em algo para vez a avalanche de xingamentos e tentativas de 'interpretar' o que ele disse).
Alguém pode alegar que ao menos agora a política deixou de ser um assunto negligenciado e está sendo discutida. O problema é que ela NÃO está sendo discutida! Essa galera simplesmente está seguindo piamente os gurus como já está acostumada a fazer com o papa ou a bíblia. Qualquer tentativa de discussão é tomada como uma 'heresia' moderna.
Eu sou contra o PT e o seu governo irresponsável de 12 anos, mas tentar convencer o povo que a esquerda apoia demandas como pedofilia e o fim da 'sociedade judaico-cristã' é simplesmente ridículo. Primeiro, porque felizmente somos um Estado laico (ao menos na lei) desde a primeira constituição republicana, segundo porque nestes 12 anos o governo em NENHUM momento tentou aprovar qualquer projeto de lei que restrinja a atuação das igrejas e nem que legalize a pedofilia. Aliás, nenhuma destas demandas está nos estatutos do PT! Queremos convencer parte da população que apoia o PT com base em dados reais ou queremos ser ridicularizados pela esquerda por sairmos propagando dados sem qualquer fundamento?
Se as únicas alternativas possíveis forem o PT ou o olavismo talvez a única saída seja mesmo o aeroporto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário